Arquivo para a Tag ‘reflexos

Garrafa 441 – Déjà vu   1 comment

Fazia muito tempo que não lhe batia uma saudade tão grande!
Saudade salgada! De travar a língua!
Saudade doce sentia todo dia…

Naquele dia foi diferente.

Um passeio matinal por algumas ruas da cidade, disparou na memória aquela intensa sensação de “déjà vu”…
Lugares sagrados em cada bairro, em cada esquina, verdadeira mina…

E todos os caminhos levavam ao mar… Um mar de lágrimas?

A pequena embarcação há muito havia partido. No atracadouro, no espaço vazio, reflexos do sol na água, como diamantes.

Melhor usar óculos escuros…

O vento marinho pareceu sussurrar em seus ouvidos um breve haicai:

como dois amantes,
estivemos aqui antes…
choro diamantes.

Eduardo Leal
Foto de autor desconhecido
Instruções de utilização: Ouvir “Déjà vu” Com Crosby, Stills, Nash & Young

choro diamantes

Anúncios

Garrafa 407 – Nosso lado sombrio   4 comments

Tenho andado às voltas com o conceito de tikun, mencionado em um curso sobre Cabala de que estou participando e em um livro que terminei de reler – “O Poder da Kabbalah” de Yehuda Berg.

Segundo os cabalistas, a lei do tikun, que significa literalmente correção, nos diz que cada um de nós vem a esse mundo para consertar e corrigir alguma coisa. Essa questão pode estar relacionada a qualquer aspecto do nosso comportamento que seja automaticamente reativo ou egoísta ou a padrões repetitivos que nos limitam ou bloqueiam (dinheiro, pessoas, saúde, amizades, relacionamentos, etc.). E uma das pistas para identificá-la é verificar tudo que nos seja particularmente difícil e desconfortável (pessoas que nos incomodam, situações em que nos sentimos constrangidos, ofendidos, irritados ou aborrecidos, etc.). Nessa tarefa somos ajudados pelo Universo que funciona como um grande espelho refletindo nosso tikun de volta pra nós e permitindo a elevação do nosso nível de consciência, quando fazemos a correção.

Meu processo de busca por mais informações me levou a reler “O Efeito Sombra – Encontre o Poder Escondido na sua Verdade” de Deepak Chopra, Debbie Ford e Marianne Williamson, onde tropecei nesse trecho instigante que tinha passado despercebido na primeira leitura:

“Se você não pode enxergar a própria sombra, precisa procurá-la. A sombra se esconde na vergonha, nos becos escuros, nas passagens secretas e nos sótãos fantasmagóricos de sua consciência. Ter um lado sombrio não é possuir uma falha, mas ser completo.”

Pausa para um breve haicai.

meu lado sombrio,
passagens secretas… que
eu mesmo crio!

Eduardo Leal
Foto de Maria Diniz – Efeitos de Luz e Sombra

Efeitos de Luz e Sombra

Garrafa 323 – Reflexos   Leave a comment

vejo em você
reflexos de mim mesmo,
em cada gesto…

Eduardo Leal
Inspirado no livro “O convite” de Oriah
Foto de Silvio Crisóstomo
Instruções de utilização: Ouvir “Reflexos de nós” com Maria Gadú e Toni Ferreira

%d blogueiros gostam disto: