Arquivo para a Tag ‘Inútil paisagem

Garrafa 22 – Inútil paisagem   Leave a comment

Mas pra que
Pra que tanto céu
Pra que tanto mar,
Pra que
De que serve esta onda que quebra
E o vento da tarde
De que serve a tarde
Inútil paisagem

Pode ser
Que não venhas mais
Que não venhas nunca mais
De que servem as flores que nascem
Pelo caminho
Se o meu caminho
Sozinho é nada
É nada
É nada

Antonio Carlos Jobim e Aloysio de Oliveira – 1963
Ilustração de autor desconhecido

%d blogueiros gostam disto: