Arquivo para a Tag ‘clarão

Garrafa 39 – A Carta   Leave a comment

Sopra do oeste um vento,
as tílias choram mais;
entre os ramos, a lua
vem espiar meu quarto.

Eu tinha, à amada minha
que me deixara já,
escrito uma longa carta:
na folha reluz o luar.

Ao seu tranquilo clarão
que nas pautas vai pisando
esquece meu coração
lua e prece, choro e sono.

Hermann Hesse
Tradução de Geir Campos
Foto de autor desconhecido

A carta

Anúncios

Garrafa 37 – O Raio   Leave a comment

tudo claro
ainda não era o dia
era apenas o raio

Paulo Leminski
Foto de autor desconhecido

Raios

Publicado 09/07/2006 por Eduardo Leal em Crenças, Haicai, Haikai, Haiku, Poesia

Etiquetado com , , , , ,

%d blogueiros gostam disto: