Arquivo para a Tag ‘ciclo vital

Garrafa 487 – Mudança de casca   Leave a comment

mudança de casca
na pele e na alma:
pronto pra outra!

Eduardo Leal
Foto de Eduardo Leal

Mudança de casca

Garrafa 445 – Hortênsias em festa   Leave a comment

casa da Vovó,
chuva de primavera,
hortênsias em festa…

Eduardo Leal
Foto de Eduardo Leal

Casa da Vovó 012

Garrafa 385 – Madrugada escura   Leave a comment

que amanheça!
antes que o escuro
não me esqueça…

Eduardo Leal
Foto de Eduardo Leal

Panoramica noturna

Garrafa 330 – Chuva no mar   1 comment

O desejo de caminhar, apesar do dia chuvoso, e de alargar meus horizontes para o encontro de céu e mar, como de costume, me aproximou outra vez da areia da praia na Barra da Tijuca. E a chuva fininha, quase imperceptível, que me acompanhou desde que saí de casa, acabou se transformando em chuva forte, ao final da caminhada.

E apontando meu olhar para o sul, na direção do mar profundo onde do outro lado deve estar o Continente Antártico, tal qual uma minúscula ilha, me vi apenas cercado de água por todos os lados. Muito poucas pessoas se aventuravam no calçadão naquele momento, todas muito afastadas… Tinha contato apenas com a água do meu próprio suor, a água da chuva, a água do mar… Só faltaram algumas lágrimas de emoção, que deixei pra outro dia…

Ver a chuva forte caindo no vasto oceano, sentindo ao mesmo tempo sua pressão sobre o meu corpo, encharcando minhas roupas e tênis, me fez pensar em voltar correndo pra casa. Mas resisti a esse impulso inicial. Já estava molhado até os ossos e continuei por mais algum tempo presenciando esse ciclo vital que, em delicado equilíbrio, mantém a vida nesse nosso pequeno planeta azul.

Voltar pra casa… Voltar pra casa… Talvez fossem ecos da voz da minha mãe, na infância distante dizendo: Você vai ficar resfriado! Sai dessa chuva menino!

E, de repente, com um arrepio, me dei conta que era essa a imagem que tinha diante dos olhos. A volta pra casa… A gota de chuva mergulhando no oceano…

Sorri feliz comigo mesmo, corpo cansado, coração amoroso. Já estava de bom tamanho. Era hora de seguir os conselhos da Mãe Natureza.

Ao ritmo dos ruídos produzidos pelos meus pés, dentro dos tênis encharcados, corri de volta pra casa, pensando comigo mesmo:

volta pra casa,
onde sempre esteve,
a chuva no mar…

Eduardo Leal
Fotos de autores desconhecidos
Instruções de utilização: Ouvir “Água de chuva no mar” na voz de Beth Carvalho

Garrafa 237 – Yang forte   1 comment

dentro do dia
a semente da noite
olhar sombrio

Eduardo Leal
Foto de autor desconhecido

Garrafa 236 – Ying forte   1 comment

dentro da noite
a semente do dia
brilho no olhar!

Eduardo Leal
Foto de autor desconhecido

%d blogueiros gostam disto: