Garrafa 529 – Dança sagrada   Leave a comment

Ele vinha sonhando com ela, com frequência, nas ultimas semanas.

E, como sempre faz, ao despertar, desejou que estivesse bem, onde quer que se encontrasse.

A imagem que lhe veio à mente quando acordou, numa daqulelas ocasiões, foi a da primeira vez em que a convidou pra dançar.

Havia uma música animada no ambiente, no intervalo entre duas aulas daquele curso. E ele apenas seguiu o impulso de caminhar em sua direção, segurar sua mão e, delicadamente, puxar e apertar o corpo dela contra o seu. Ela aceitou.

As pessoas à sua volta ficaram surpresas. Ela, aparentemente não. Esperava por esse convite, quem sabe, quando percebeu sua aproximação…

Rodopiaram por apenas alguns minutos, se tanto, e, durante aqueles instantes, o tempo simplesmente parou. Nunca tinham ficado tão próximos, antes disso. Sentiram o cheiro um do outro, naquela região do pescoço, bem atrás da orelha.

A música acabou, sorriram um para o outro, e o curso foi reiniciado. Olhares furtivos e sorrisos contidos foram registrados entre eles, durante o resto da aula.

Será que ela ainda consegue se lembrar do forró que estava tocando naquela ocasião?

Não importa. É provável que nem ele se lembre.

Pausa para um breve haicai:

mãos que se tocam
pernas entrelaçadas
danças sagradas...

Eduardo Leal
Foto de autor desconhecido
Instruções de utilização: Ouvir “Sanfona” com Egberto Gismonti

Dançar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: