Arquivo para junho 2014

Garrafa 477 – Sem medo da fera   Leave a comment

Desde as primeiras viagens espaciais orbitais e lunares, é impactante a experiência de se contemplar a visão nosso planeta azul com sua fina atmosfera, percorrendo silenciosamente sua órbita ao redor do sol, acompanhado por seu belo e deserto satélite, ambos suspensos no espaço infinito e escuro. E, ao mesmo tempo, é assustador observar as pequenas marcas e o já perceptível impacto da presença humana na superfície desses dois astros que, mansamente, flutuam nesse ambiente cósmico. Tudo isso pode ser um oportuno convite para o aprofundamento das nossas reflexões e experiências a partir dessas percepções.

Algumas pessoas já se sentem encorajadas a pensar no ambiente mais amplo, o ambiente “Kósmico”, que inclui a não só a matéria, a vida, as emoções e a mente, mas também nossa Alma, em sua caminhada em direção ao nível do Espírito.

Começamos a perceber coletivamente que não vivemos apenas em nossos pequenos apartamentos ou casas, em ilusórias fronteiras internas e externas delimitadas por muros e cercas, em nossas cidades, estados, países ou continentes. Vivemos, isso sim, todos juntos, na grande espaçonave terrestre, abraçada por sua fina e frágil atmosfera, nossa biosfera, nesse encontro delicado e vital que começamos a ameaçar com nossa presença, desde que há cerca de seis milhões de anos, iniciamos nossa trajetória humana, como descrita nas palavras de Plotino, “equilibrados a meio caminho entre os deuses e as feras”.

E a continuação do desenvolvimento de nosso atual nível consciência focado na razão, em direção a transcendê-la e aos seus níveis precedentes (emocional, vital e material), para alcançar a visão a partir do nível do Espírito é nossa única esperança de um futuro sustentável como espécie, cujos integrantes começam a se dar conta de onde vieram, quem são e para onde estão se dirigindo.

Nessa manhã de outono, respiro o ar fresco e cheio de umidade na praia da Barra da Tijuca, e penso comigo mesmo:

atmosfera
abraça o planeta
sem medo da fera…

Eduardo Leal
Foto NASA
Instruções de utilização: Assistir ao documentário “Visão Global – Uma Nova Perspectiva do Nosso Planeta”

Terra

Anúncios

Garrafa 476 – Se bem me lembro   Leave a comment

Na manhã nublada de fim de outono, durante a meditação matinal, uma lufada de vento frio e o canto de um bem-te-vi, trazem inspiração para um breve haicai:

canta bem-te-vi
e bem-me-lembra de quem
eu bem-não-vejo!

Eduardo Leal
Foto de autor desconhecido

Bem-te-vi 2

Garrafa 475 – Mínima abertura   Leave a comment

Luz se infiltra:
mínima abertura,
para surgir plena!

Eduardo Leal
Foto de autor desconhecido
Instruções de utilização: Assistir ao vídeo “You are the Eternal Universe – Alan Watts”

Espiral colorida

Garrafa 474 – Última baleia   Leave a comment

última baleia,
último suspiro… uhh!
num mar de sangue…

Eduardo Leal
Foto de autor desconhecido
Instruções de utilização: Ouvir “To the last whale” com David Crosby e Graham Nash

Últimas baleias

Garrafa 473 – Leva-se tempo   Leave a comment

leva-se tempo
para se descobrir que
não há mais tempo…

Eduardo Leal
Foto de autor desconhecido

Ampulheta quebrada

%d blogueiros gostam disto: