Garrafa 463- Flor de manacá   2 comments

Em minhas andanças diárias, sempre que possível, vou aprendendo com os jardineiros das redondezas os nomes das árvores e plantas que encontro pelo caminho, e que por alguma razão me chamam a atenção. Antes de encontrar o azul de céu e mar e o ar salitrado da praia, que são testemunhas das minhas corridas e caminhadas, meus sentidos são estimulados por vários perfumes e visões coloridas, e sou sempre grato por isso!

As manhãs de outono são minha época favorita para essas incursões exploratórias, e hoje foi mais um desses dias especiais.

Abordei um jardineiro que cortava a grama em um prédio da rua que vai dar na praia, e pedi que ele me acompanhasse até dois pequenos arbustos, plantados no meio da calçada e que estão carregados de pequenas flores de cores lilás e branca. Quando estão em floração, como é o que está acontecendo nessas ultimas semanas, seu perfume intenso carregado pela brisa sempre me seduz. E essas árvores já tinham inspirado pelo menos um post, há três anos atrás.
O texto consta da Garrafa 271 – Um outro tempo.

O primeiro haicai dizia assim:

cheiro de jasmim
traz o tempo do seu corpo
de volta pra mim

Ele colocou no rosto suado o seu melhor sorriso, prontamente me atendeu, e pude então confirmar minhas suspeitas: Estava enganado na primeira vez. Achava que eram dois jasmineiros e me dei conta agora que, na verdade, são dois pés de manacá. Naquela época, ainda não tinha estabelecido contato com meus novos mestres jardineiros e “nem sabia que nada sabia” (incompetência inconsciente) sobre as plantas da região. Nos últimos anos entrei na fase da incompetência consciente e agora “sei que nada sei” e que ainda tenho muito que aprender sobre esse mundo colorido e perfumado ao meu redor.

Para reparar completamente o meu engano e descontar essa duplicata vencida, ficou faltando apenas usar o nome correto dessas flores inspiradoras e parir um novo haicai no mesmo espírito do primeiro. A foto, já tinha registrado no dia de ontem, a trilha sonora passou de Allan Parsons Project para Alceu Valença, e os novos versos ficaram assim:

flor de manacá,
sinto falta do seu cheiro,
você lá… eu cá…

Eduardo Leal
Foto de Eduardo Leal – Jardim Oceânico em 08/04/2014.
Instruções de utilização: Ouvir “Morena Tropicana” na voz de Alceu Valença.

Pé de manacá

Anúncios

2 Respostas para “Garrafa 463- Flor de manacá

Assinar os comentários com RSS.

  1. Saudades do Jardim Oceanico, saudades dessa terra em que as plantas dao flores em todas as épocas do ano…
    Seus textos sao ótimos! Abraçao!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: