Garrafa 396 – Pescaria   Leave a comment

Deixando de lado caniço e anzol, e sim lançando a minha rede social no mar da Internet em busca de alimento para a alma, encontrei na tarde de hoje esse belo poema de Marco Cremasco, que ele intitulou “A Pesca” e ilustrou com bela imagem de Solange Cremasco, em sua ótima página no Facebook:

a linha alcança
onde olhar descansa

na busca da paz
busca-se mais
que o peixe

na ponta da linha
ninguém advinha

o que virá
o que será
dessa pesca

o que se fisga
é a própria alma
de quem lança a isca

Simplesmente uma belezura!

Não resisti ao impulso de brincar com as palavras usando a ideia central do Marco, e deixei meu comentário em sua página, devolvendo e compartilhando, com gratidão, no mar da Internet, a maior parte do alimento que recebi, agora reciclado e sintetizado com a métrica do haicai:

ah! alma minha,
em dia de pescaria,
na ponta da linha…

Eduardo Leal
Foto de autor desconhecido

Pescaria

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: