Garrafa 195 – A Dança da Vida   2 comments

Se você quiser fazer par com alguém na dança da vida, primeiro finque suas próprias raízes.
Aprenda a ouvir a sua orientação interior. Converse com a criança ferida e com o hóspede divino que moram dentro de você.
Pratique o perdão e a compaixão por si mesmo. Atenha-se à sua própria experiência e aprenda com ela. Entre no compasso da vida.
Não se feche para os outros, mas também não se desvie do seu caminho para encontrá-los.
Aqueles que sabem dançar encontrarão você no meio do caminho.

Não será uma luta. Você encontrará companhia sem precisar fazer esforço algum.

É assim que deve ser.

Paul Ferrini – O Silêncio do Coração
Imagem de Edward Munch – A Dança da Vida

Anúncios

2 Respostas para “Garrafa 195 – A Dança da Vida

Assinar os comentários com RSS.

  1. oI Eduardo tirei um tempinho hoje para viajar pela internet e dei uma passadinha na sua página. Fazia falta ler tuas já famosas garrafas. Gostei especialmente dessa e sua comparação de dança e vida. Um abraço.Rosemarie.

    Curtir

  2. Olá Rosemarie, venha sempre que desejar, você é bem-vinda!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: