Arquivo para 02/12/2007

Garrafa 116 – Gato que brincas na rua   Leave a comment

Gato que brincas na rua
como se fosse na cama,
invejo a sorte que é tua
porque nem sorte se chama.

Bom servo das leis fatais
que regem pedras e gentes,
que tens instintos gerais
e sentes só o que sentes.

És feliz porque és assim,
todo o nada que és é teu.
Eu vejo-me e estou sem mim,
conheço-me e não sou eu.

Fernando Pessoa
Foto de autor desconhecido
Instruções de utilização: Ouvir “O Gato” com Egberto Gismonti

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: